Resumo Por Capítulo: Minha Vida de Menina

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

 

Novembro de 1893


Dia 1º, quarta-feira

Helena foi sozinha à escola, pois sua irmã ficou doente. Luisinha comprou muitas goiabas e comeu todas de uma vez, mesmo com os avisos da irmã de que aquilo lhe daria cólicas. Foi necessário que Siá Ritinha viesse lhe dar um purgante para tirar todas as sementes de sua barriga.


Helena imagina que a “lição” que Luisinha tomou não será suficiente para evitar um novo episódio e decide evitar passar por perto da casa com a goiabeira que tenta sua irmã.


Dia 2, quinta-feira

Siá Ritinha apareceu para saber se Luisinha melhorara. Helena tem aversão à velha, pois além de ser uma ladra de galinhas, ela tem a mania de controlar seus hábitos: não a deixa sair na rua com saias curtas nem brincar com as negrinhas. Dona Carolina, por outro lado, gosta que Siá a ajude a educar as filhas.


Dia 5, domingo

Na Cavalhada, bairro onde vive Helena, somente os homens tem relógios. Quando seu pai não está em casa, sua mãe depende do canto do galo e isso gera muitas confusões: houve um domingo em que Dona Carolina acordou as meninas para a missa imaginando ser quatro horas, pois o galo havia cantado, mas ao sair de casa foi avisada por um soldado que ainda era meia-noite.


Dia 9, quinta-feira

O pai de Helena não faz confissões, deixando sua mãe aflita. A garota, no entanto, não vê problemas nisso, pois crê que seu pai não vá para o inferno, assim como seu avô inglês, que era protestante e não havia se batizado na Igreja Católica, mas fora um homem muito bom e respeitado na cidade.


Dia 12, domingo

Emídio, o negrinho da Chácara, bateu a cabeça no chão após levar um tapa de Pedro Mata, que não gostou da forma como ele o chamou. Helena gostou do castigo por considerar Emídio muito intrometido e preguiçoso: um “negro sem-vergonha”.


Dia 13, segunda-feira

Helena tem muita pena de seu irmão Renato, que tem atitudes erradas por ser fraco para resistir às tentações do mal. Ele faz coisas malfeitas, rouba frutas dos vizinhos, anda com más companhias e é guloso.


Dia 20, segunda-feira

Helena foi tomar bênção de sua avó na casa de tio Geraldo, que estava doente. Ela mancava por usar uma botina com pregos que machucavam seus pés. Preocupada com a neta preferida, a avó mandou que ela comprasse um novo par de calçados e os tios ricos ironizavam, dizendo que Helena mancava de propósito, só para conseguir uma botina nova.


Dia 26, domingo

Helena admira a devoção que sua mãe tem pelo seu pai. Alexandre foi ao Biribiri ver um serviço, mas seu cavalo retornou para casa. Preocupada, Dona Carolina arrumou tudo para saírem na madrugada seguinte e descobrirem o que havia ocorrido com seu marido.


Mais uma vez o galo a enganou e eles saíram de casa no meio da noite, perdendo-se na escuridão. Quando amanheceu descobriram estarem no meio de um penhasco: foi uma aventura. Só quando chegaram ao Biribiri Alexandre percebeu que o cavalo havia simplesmente fugido do pasto.

 

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade