Resumo Por Capítulo: Minha Vida de Menina

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

 

Outubro de 1894


Dia 4, quinta-feira

Com a chuva as tias reúnem as sobrinhas para contar histórias. Iaiá foi perguntada por Helena sobre como se apaixonou por seu marido: ela só o conheceu no dia do casamento e tinha certa aversão a ele. Somente após algum tempo, recebendo cartas amorosas quando ele se ausentava, é que Iaiá percebeu sentir saudades do homem e começou sua lua de mel.


Dia 8, segunda-feira

Helena não compreende como as pessoas se entregam aos vícios: ela não consegue tomar mais que uma taça de vinho, acha cerveja ruim de tão amarga e não tem coragem de se arriscar em jogos. Seu único desejo é tomar pitadas de rapé: Dindinha tem uma caixa de ouro de rapé que ela deseja herdar.


Dia 10, quarta-feira

Durante o almoço na casa de tia Aurélia chegou uma velha que tem o costume de espalhar notícias sobre a vida alheia. Ela falava sobre uma briga que presenciou na casa de um vizinho quando tomou um molho apimentado que a engasgou. Helena achou graça da cena.


Dia 13, sábado

Helena não entende como alguém que gosta dela pode aborrecê-la tanto. Tia Madge se preocupa muito com a sobrinha, mas quer que ela faça tudo à moda das moças do Rio de Janeiro: para não ter sardas elas andam de chapéu. Assim, Helena e Luisinha foram obrigadas a ir de chapéu à escola e foram zombadas pelos coleguinhas, que não estão acostumados a isso.


Dia 22, segunda-feira

Helena acordou cedo na Palha e foi levada por Raquel para a cidade. Mesmo com o final de semana agitado, com o aniversário de Dona Juliana e muita gente em casa, a garota despertou com energia.


Dia 27, sábado

Helena deseja que houvesse adivinhadores de sonho como nos tempos antigos. Quando pequena, seus sonhos era interpretados por Mãe Tina. Agora ela fica imaginando o significado de seus estranhos devaneios noturnos: voos pela cidade, descobertas de tesouros, desconcertantes passeios em que está descalça ou missas em fralda de camisa. Em seu último sonho Helena tinha virado uma macaca com um rabo bem comprido: deve ser porque conversara sobre o macaco de Siá Ritinha durante o jantar.

 

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade