Resumo Por Capítulo: Memórias de Um Sargento de Milícias

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Primeira Parte

17 - D. Maria


O narrador novamente dá explicações de como era uma procissão naqueles tempos, das encenações, das baianas, dos enfeites… Era o grande evento da cidade. Também conta que era costume as casas que ficavam no caminho das procissões serem muito visitadas nestes dias, havendo até quem fizesse visitas de casa em casa para ver a procissão várias vezes.


D. Maria era uma velha senhora, gorda, rica, devota e com um bom coração. Como único vício tinha suas demandas (processos judiciais) que lhe rendiam muito assunto para contar a todos com quem se reunia.


No dia da procissão dos Ourives, uma das que mais ostentavam riqueza e extravagância, encontravam-se a comadre, o compadre com Leonardo (filho) e sua vizinha na casa de D. Maria.

O compadre logo se empenhou em falar de Leonardo para D. Maria, contando suas peripécias como brincadeiras ingênuas e supervalorizando seus parcos avanços rumo ao sacerdócio. A vizinha resolveu entrar na conversa para falar mal do menino, enquanto a comadre se dividia, ora apoiando o compadre, ora concordando com a vizinha.


Vendo que era o assunto, Leonardo chegou à roda e logo aprontou mais uma à vizinha: pisou em sua saia e, quando esta se levantou, a saia veio abaixo. Apesar da atitude que dava mais razão aos argumentos da vizinha, D. Maria pareceu simpatizar pelo garoto e combinou com o compadre para que ele a visitasse mais vezes.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade