Resumo Por Capítulo: Lucíola

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Capítulo 6


Sá vivia em uma chácara nos arredores da corte. Cercada de um grande jardim por todos os lados, sua casa era um lugar propício à festa noturna, sem importunar qualquer vizinhança.


Paulo foi o último convidado à chegar. Lá já estavam quatro moças, sendo uma delas Lúcia. Além de Sá, também havia um velho chamado Sr. Couto – que tentava manter uma postura galanteadora que lhe rendesse alguma juventude – e um jovem chamado Rochinha – que tinha profundas olheiras e ares de devasso que lhe fizessem aparentar algo mais que seus dezessete anos.


Era meia-noite quando dirigiram-se todos ao salão onde estava servida uma generosa ceia. Havia quatro cadeiras, cada uma com espaço para duas pessoas. Lúcia tomou o braço de Paulo para sentarem-se juntos.


Sá fez o brinde inicial, propondo que comeriam durante uma hora, depois beberiam por mais uma hora. Daí em diante se apagariam as luzes e seria iniciado o bacanal.

Em meio a tanta algazarra, Lúcia por vezes comportava-se de maneira estranha. Ao segurar uma taça acabou quebrando-a e feriu seu dedo, mergulhando-o em seguida no cálice que era segurado por Paulo. O líquido, que ganhara a cor do sangue da moça, foi bebido pelo homem como analogia a seu desejo carnal. Lúcia, entretanto, respondia com sarcasmo às investidas de Paulo.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade