Resumo Por Capítulo: Helena

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Capítulo 17

Mendonça não acreditava no tamanho da felicidade que o destino lhe proporcionava. À noite, na cidade, entrou em um teatro para distrair seus pensamentos românticos. Um dos espectadores, filho do coronel-major, chegou a ele apontando para uma moça, a qual dizia ser a “andorinha viajante”. Reparando na menina, Mendonça identificou sua prometida Helena, e questionou o porquê de tal apelido. O rapaz disse que ela era vista rotineiramente a cavalgar pelas manhãs, apenas na companhia de um servo.


Ao fim da peça Mendonça saiu desnorteado, considerando que a inveja alheia tentava ofuscar a fortuna que lhe sorria. Em sua casa decidiu escrever a Estácio, contando-lhe sobre a futura união que selaria sua amizade com um laço familiar.


Ao receber a carta, Estácio ficou pasmo e comunicou ao Dr. Camargo que precisaria retornar a sua casa, alegando questões financeiras – único motivo pelo qual o homem respeitaria sua mudança de planos.


Chegando a Andaraí, Estácio encontrou a casa cheia de visitas: coronel-major e Dr. Matos jogavam gamão, a mulher do advogado conversava com D. Úrsula e Melchior, Helena e Mendonça reuniam-se em outro canto.


Estácio foi ao seu quarto acompanhado de Mendonça, que estava ansioso por saber a posição de seu amigo sobre o namoro com sua irmã. Porém o rapaz não transpareceu qualquer alegria, questionando ainda se Helena realmente o amava. Mendonça deixou claro que seu amor era maior que o dela, mas ela também tinha interesse construir um relacionamento. Estácio disse que ainda queria consultá-la a este respeito.


O último a retirar-se da reunião foi o padre Melchior, que olhando para céu realizou um pedido secreto.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade