Resumo Por Capítulo: Helena

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Capítulo 16


Após ler a carta, Helena ficou a pensar sobre o que estava ali escrito sem perceber que Mendonça a observava silenciosamente. O rapaz admirava a imagem da mulher por quem se apaixonava. Ao notar sua presença, Helena ficou sem graça e, de forma rude, deixou-o sozinho, seguindo para outro cômodo.

Aturdido pela situação, Mendonça procurou a garota para pedir-lhe desculpas, sem saber ao certo o que havia feito de errado. Helena não deu continuidade ao assunto, preferindo mostrar-lhe a carta de Estácio, em especial a parte em que falava de seu amigo. Mendonça foi embora ainda confuso, punindo-se por seu comportamento e decidido a, no dia seguinte, declarar à moça o que sentia em seu coração.


No dia seguinte, um domingo, após assistir à missa, Helena foi ter com o padre Melchior, que desejou ler a carta de Estácio. Após isso Helena mostrou-lhe a carta que pretendia enviar como resposta, na qual contava sobre as visitas frequentes dos amigos e dizia que uma vida no interior as impediriam de ter este contato com tantas pessoas, sendo preferível permanecerem onde estavam, não tão próximas do centro da cidade, mas nem tão distantes. A garota também perguntava por Eugênia, de quem cobrava alguma correspondência, uma vez que seriam cunhadas, e ainda questionava por que Estácio não falava da noiva em sua carta.


Padre Melchior aprovou o texto de Helena e perguntou a ela se também não tinha intenção de se casar. A moça respondeu duramente que “talvez nunca” se casaria, deixando o religioso contrariado. Seguindo ambos para a casa, viram nela entrar Mendonça: Helena perguntou ao padre o que achava daquele homem para servir-lhe como esposo. Melchior confirmou que todos amigos da família já percebiam o interesse do rapaz, e que era um bom partido, mas deixou claro que ela deveria pensar muito bem antes de firmar qualquer compromisso. Helena disse que ainda não o amava, mas sentia o afeto que ele lhe devotava e percebia algumas afinidades entre si, sendo que o amor poderia surgir em breve.


Durante o almoço Helena já assumia uma postura diferente em relação a Mendonça, dando-lhe mais atenção, o que foi percebido por Melchior. Após a refeição o padre chamou os dois jovens à sala de visitas e, segurando as mãos de ambos, disse que era seu dever auxiliar na união de duas almas que se merecem: disse saber que um já amava de uma forma mais profunda, enquanto a outra não tinha o mesmo sentimento, mas estava disposta a cultivá-lo. Mendonça ficou surpreso, mais muito contente, prometendo dedicar-se a fazer Helena feliz. A moça também gostou das palavras do padre, que não dava qualquer ilusão ao rapaz, nem precipitava qualquer passo da possível união.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade