Resumo Por Capítulo: Capitães da Areia

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Dora, Esposa


Don’Aninha sai do trapiche dizendo que a febre de Dora logo passaria. Pirulito vai procurar Padre José Pedro, pois crê que ele poderia indicar algum remédio à garota. Os demais meninos não conseguem dormir, temendo a perda de sua mãezinha.


Dora chama Pedro Bala para dormir junto a ela. Conta-lhe que se tornara moça, durante o tempo que estava no orfanato, e agora estava pronta para ser sua mulher. Ela leva a mão de Pedro aos seus seios e pede que ele a possua, antes que ela morra. Eles se abraçam, se entregam ao desejo, ela nem chega a sentir a dor de sua entrega. A paz de Dora se transforma em alegria.

Os corpos se separam, Pedro beija sua esposa. A paz retorna aos olhos de Dora, que dorme de mãos dadas com seu amado. Durante a noite Pedro acorda, põe a mão na testa da garota – está fria, sem pulsação, morta.


O grito de desespero do chefe dos Capitães acorda o trapiche. Professor confirma que já não há o que fazer. Quando Padre José Pedro chega, apenas lhe resta iniciar uma oração, à qual se juntam os demais meninos. Don’Aninha também aparece, junto de Querido-de-Deus, que deveria levar seu corpo ao mar – um enterro não poderia sair do trapiche, senão o esconderijo seria descoberto.


Todos os garotos choram. Pedro abraça o cadáver, envolve-o numa toalha branca. É formada uma procissão até o saveiro de João-de-Deus, que carrega Dora ao mar, iluminado pela lua e pelas estrelas. Há paz na noite, paz que veio dos olhos de Dora.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade