Resumo Por Capítulo: A Cidade e as Serras

Faça o download do eBook completo, em formato PDF, ePub e mobi:


Ou continue lendo online (com anúncios):

Capítulo 9

Em Guiães, Zé Fernandes recebeu suas malas que estavam perdidas. Tentou contatar Jacinto em Lisboa, mas ele nunca respondia. Até que encontrou com um familiar de Melchior que passara por Tormes e lá vira Jacinto.


Surpreso com a permanência do amigo nas serras por mais de cinco semanas, o narrador vai ao encontro de seu príncipe. Chegando à Tormes se depara com o casarão bem arrumado, mas de forma humilde, sem todos os mecanismos que foram encaixotados no 202. Jacinto também está renovado e se mostra disposto, tão animado com a nova vida que nem se preocupa com tais caixotes, que foram enviados por engano para outra Tormes, na Espanha.


Zé Fernandes cada vez mais se surpreende e admira as novas filosofias de Jacinto, que passa a supervalorizar a natureza e suas criações, jogando por terra todo o pessimismo que outrora elogiava em Schopenhauer. Agora ele encontra inspiração nas plantas e nas águas, se comunicando alegremente com a gente humilde do interior. Assume, inclusive, que guardava milhares de livros no 202 que nunca tinha lido e agora apreciava mais do que nunca a leitura de livros clássicos como Dom Quixote e a Odisseia. Era um outro homem.


O enterro dos ossos dos Jacintos antepassados, que eram o motivo inicial da visita, se tornou uma cerimônia muito simples, uma vez que nem se sabia exatamente quem eram os tais mortos. Foram sete ossadas e meia levadas para a nova igrejinha (sendo essa “meia” ossada pertencente a uma criança). E até nesse singelo momento Jacinto encontrou beleza.

O narrador observou que o interesse de Jacinto em contemplar a natureza rapidamente evoluiu para um desejo de agir sobre a natureza: ele queria plantar árvores e criar animais. Tomou algumas metas como construir um curral, uma queijaria, um pombal… Nesse ponto Zé Fernandes faz uma observação de cunho social: todo esse gosto pela natureza e todos os planos de trabalhá-la só eram cabíveis para alguém como Jacinto, que tem “a vida ganha”, mas não seria possível para meros assalariados. Essa observação é uma prévia do que virá no capítulo seguinte. Enfim, nenhum dos planos mirabolantes de Jacinto se concretizaram, pois Melchior e Silvério tinham resistência a tais inovações.

Faça o download do eBook completo, em formato PDF, ePub e mobi:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade