Resumo Por Capítulo: Memórias Póstumas de Brás Cubas

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

 

25 - Na Tijuca

Sete dias após a morte da mãe, Brás Cubas retirou-se para a chácara da família na Tijuca, acompanhado de um preto, uma espingarda, charutos e livros.


Lá permaneceu melancólico, resignado do mundo. “Que bom é estar triste e não dizer coisa nenhuma!”, diz o autor, citando Shakespeare. No entanto, passados sete dias Brás Cubas reanimava-se: era preciso viver!


Organizava sua partida quando o preto veio alertar-lhe que se mudavam para a casa vizinha dona Eusébia e sua filha – fruto de seu romance com Vilaça, que deixou-lhe uma boa quantia de herança após morrer. Lembrando-se do caso de 1814 (Capítulo 12) em que pregou uma peça à senhora, Brás envergonhou-se e preferiu não encontrá-la. Mas quando o preto informou-lhe que fora ela quem vestira o corpo de sua mãe defunta, o rapaz entendeu que era seu dever agradecê-la com uma visita.

 

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade