Resumo Por Capítulo: Memórias Póstumas de Brás Cubas

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

 

127 - Formalidade

O narrador elogia seu próprio dom intelectual de encontrar relação entre coisas distintas, fazer comparações e chegar a conclusões.


Por exemplo, certo dia estava observando um retrato de seis damas turcas que trajavam o tradicional véu que deveria tapar o rosto. No entanto o véu era transparente e permitia ver suas faces por inteiro. A relação que tirou daí, com o desconsolo de Damasceno pela falta dos convidados no enterro de sua filha, está na exigência da formalidade. O véu cumpria com a formalidade tradicional de cobrir o rosto, mesmo que seu efeito não fosse exatamente de escondê-lo.


Considerando isto, Cubas faz um elogio à formalidade, uma intermediária entre os homens e também entre os homens e seus deuses. Mais valeria uma ação formal, mesmo que sem uma intenção genuína, do que uma intenção sem a devida formalidade.

 

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade