Resumo Por Capítulo: Lucíola

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios):

 

Capítulo 20


Paulo foi com Lúcia à sua nova casa, no dia seguinte. Ali havia um aposento a mais, que serviria para sua irmãzinha Ana, assim que deixasse o colégio: quando surgiu, Paulo percebeu nela grande semelhança com Lúcia.


Lúcia pediu a Paulo que ele a chamasse de Maria, dali em diante, e assim ele o fez.


Paulo continuou a visitar as irmãs diariamente, fazendo com elas diversos passeios. Além do dinheiro que tinha guardado, Lúcia agora trabalharia com bordados e costuras para se manter, não recusando a ajuda de Paulo, se necessário. A escritura da casa, a qual ela pediu que Paulo conferisse, ficaria no nome de Ana. Assim, a moça se dizia muito feliz.

O jardim da casa era dividido por uma cerca e Lúcia pretendia construir um muro, para manter sua privacidade. Enquanto isso, entretanto, as vizinhas sempre lhe saudavam e Lúcia retribuía os acenos. Certo dia Ana pediu a Lúcia que fosse até a cerca para ensinar um ponto de crochê à sua amiga vizinha. A moça mostrava o tal ponto à criança quando passou pela rua o Couto e a mãe da menina, identificando em Lúcia a cortesã, puxou-a dizendo que deveria manter distância daquela mulher perdida.


Apesar da triste cena, Lúcia manteve-se serena, apenas pegando Ana pela mão e afastando-se dignamente. Disse a Paulo que o que as vizinhas não sabiam é que ela mantinha a virgindade de seu coração.

 

Faça o download do eBook completo, em formato PDF:


Ou continue lendo online (com anúncios) navegando abaixo:


Publicidade
Publicidade