top of page

Resumo Por Capítulo: A Cidade e as Serras

Capítulo 8


É o início da primavera quando Jacinto informa a Zé Fernandes que deseja sua companhia para visitar Tormes, em Portugal, onde ficam suas propriedades familiares. Ao receber a notícia da reconstrução da igrejinha ele decidiu que presenciaria o translado dos restos mortais de seus antepassados, em memória de Jacinto Galião, responsável pelo estabelecimento da família em Paris.


CONTINUE LENDO APÓS A PUBLICIDADE


Para viajar às serras, porém, Jacinto exigiu que lá houvesse um pouco da cidade. Iniciou-se um intenso trabalho de contratar transportadoras que levariam diversos mobiliários e equipamentos para o casarão em Tormes, cuja reforma imediata fora ordenada por Jacinto, para que quando lá chegasse encontrasse o próprio 202. Nesse período houve um súbito reavivamento de seu gosto pela cidade: encantando-se com toda mobilidade que Paris proporcionava, mas esse encantamento cessaria assim que fosse enviada a última caixa para Portugal.


CONTINUE LENDO APÓS A PUBLICIDADE


Na semana seguinte já seria realizada a viagem, cercada de confortos e belas paisagens, mas recheada de preocupações que se concretizariam em fatos: num dos transbordos entre comboios o criado Grilo, que guardava a bagagem pessoal dos dois amigos, se perdeu e levaria alguns dias para alcançá-los. Tal ausência só foi notada quando chegaram à Tormes. Lá, além de não terem nenhuma bagagem, descobriram que Silvério, procurador de Jacinto, imaginava que eles só chegariam meses depois – houvera algum desencontro nas correspondências. Para completar o drama, nenhuma das caixas de mobiliários enviadas com antecedência de Paris havia chegado.


CONTINUE LENDO APÓS A PUBLICIDADE


Foram recebidos, enfim, por Melchior, um serviçal que não pôde ajudar muito, senão com um prato de comida (uma galinha ensopada que muito agradou ao paladar do faminto Jacinto) e com humildes colchões de palha. A falta de conforto incomodou Jacinto, que decidiu partir para Lisboa assim que possível, mas ao mesmo tempo as belezas do campo e a clara visão do céu noturno o agradavam. José Fernandes, que rumaria a Guiães na manhã seguinte, onde encontraria sua tia Vicência, prometeu enviar algumas roupas e utensílios básicos que salvariam Jacinto até sua ida a Lisboa.


CONTINUE LENDO APÓS A PUBLICIDADE



ou continue lendo online...

bottom of page